Projeto O Grande Dia: Nem tudo sai como planejado

Projeto O Grande Dia: Nem tudo sai como planejado

Quando eu e o Clayton definimos a data do nosso casório em 2017 não imaginávamos que 2018 seria tão difícil. Resultado: precisamos adiar nossa data em um ano. No começo quando o adiamento ficou claro e inevitável me deparei com um misto de “não vai dar nada certo” com “eu não faço nada direito”, me ver diante dessa situação foi o fim do mundo.

Demorei muito para me acostumar com a ideia, até começar a entender que o motivo do adiamento foi FALTA DE PLANEJAMENTO, parece bobeira mas não é. Então quando você procurar os passos que antecedem o grande dia e ver no topo da lista “Defina o quanto será investido” não ignore. Planeje seus custos mensais com os valores que irão fazer parte da sua lista de contas à pagar durante pelo menos um ano. Tenha em mente que imprevistos acontecem e alguns imprevistos demandarão dinheiro. Se possível guarde uma reserva para não ser pego de surpresa.

Se você assim como eu, você precisou remanejar a data, não se desespere! Se já tem algum contrato fechado, entre em contato imediatamente para comunicar o ocorrido e informar a nova data. Geralmente os valores mudam entre um ano e outro, e algumas empresas cobram multa. Por isso leia atentamente o contrato antes de assinar. No meu caso já tinha fechado o espaço, por isso paguei a diferença de um ano pra outro. Algo em torno de R$ 500,00. Que nossa fornecedora gentilmente transformou em uma parcela extra.

Antes eu não gostava de falar sobre a mudança da data, me debulhava em lágrimas quando lembrava. O noivo segurou bem as pontas, mas a pior coisa foi comunicar as famílias e amigos que já sabiam. Me segurei pra não desabar cada vez que alguém perguntava sobre o casamento e eu precisava explicar que não ia acontecer como planejado. O adiamento antes não entendido e muito questionado fez um super sentido porque alguns dias antes da antiga data perdi minha gatinha e fiquei muito tempo de luto. Como diz o título de um livro incrível da Zíbia Gasparetto “Nada é por acaso”.

PS: Usem a família e amigos para se apoiarem e nunca se esqueça que o melhor suporte é o do casal. Dialoguem bastante e não deixem que o sentimento de tristeza invada vocês e atrapalhem de alguma forma a união.

Beijos!❥

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.